Blog pessoal de José Castanheira, membro do Partido Comunista Português, eleito na Assembleia Municipal de Olhão pela CDU, e candidato por esta coligação, à Presidência da Câmara Municipal de Olhão
publicado por Vai a Olhão, vai... | Quarta-feira, 08 Julho , 2009, 08:59

Realiza-se em Olhão a iniciativa acima referida.

Trata-se duma iniciativa interessante e importante, na medida em que poderia permitir alertar para alguns dos principais problemas com que Olhão se debate nestas áreas, ou seja o Ambiente e o facto de aqui estar um Parque Natural.
Olhão tem de facto muitos problemas nestas áreas
Certamente estarão nesta feira, Entidades e Individualidades e Organizações com espírito Ambientalista, mas vai perder-se mais uma oportunidade de discutir os problemas existentes em Olhão, a este nível.
Faz sentido sempre realizar iniciativas deste tipo.
Mas faz sentido realizá-las, e não falar da poluição na Ria Formosa?
Faz sentido não falar na morte das amêijoas?
Faz sentido não falar no cano que corre junto ao “T”?
Faz sentido não falar nas escorrências que vêem da horta da Câmara?
Faz sentido não falar no atentado ao Ambiente que constitui o projecto aprovado para Marim, conhecido como UOP2?
Faz sentido não falar no atentado ao ambiente que constituem as volumosas construções a poente de Olhão, frente à Zona Ribeirinha?
Faz sentido não falar nas descargas de água doce para a Ria, da ETAR Nascente?
Faz sentido não falar do funcionamento e dos cheiros da EAR Poente?
Faz sentido a Câmara de Olhão atribuir apenas 6% do seu Orçamento, para o Ambiente?
Faz sentido a Câmara de Olhão promover uma Feira de Parques e Ambiente e ser contra ela própria levantado um auto de contra-ordenação, por descargas proibidas de aguas residuais das piscinas municipais, na Ribeira junto ao Mac Donalds?.
Faz sentido realizar um Seminário Internacional e discutir a questão da água.   
A água é demasiado importante para ser esquecida. Mas Olhão não tem felizmente problemas de água.
Até parece que a Câmara quer é branquear a sua acção e as suas omissões nestas áreas.
É possivel falar-se de Olhão, em termos de desenvolvimento sustentavel, com esta envolvência ambiental?  
Não faria talvez mais sentido, abordar a problemática ambiental em Olhão e os problemas concretos com que o nosso Concelho se defronta e assim aproveitar este momento, para sensibilizar quer a população, quer os visitantes, quer as autoridades, que venham a estar presentes?
Uma Câmara CDU, será sempre isso que fará. Discutirá aberta e democraticamente com técnicos e interessados, a forma de ultrapassar as dificuldades.
 
José Castanheira

Mano Carlos a 8 de Julho de 2009 às 14:52
Esta iniciativa está condenada há partida para não ter o exito desejado pela C.M.O.
1º Quais as associações ambiantalistas do concelho foram convidadas ?
2º Que debate sério se pode promover,se algumas das entidades convidadas têm a mesma opinião do ponto vista ambiantal que a C.M.O. o qué publico.
3º Estranho no minímo,que estrangeiros venham pronunciar-se sobre os problemas da nossa cidade, o algarve não tem pessoas credíveis para o fazer ?
a NÃOser que o promotor do evento,queira fazer de Olhao o mesmo que os espanhois fizeram na ISLA CANELA, ou na ISLA CRISTINA.

Mano João a 8 de Julho de 2009 às 22:33
Amigo Castanheira

Lá no meu espaço também já fiz referência a este evento.
Do seu post retenho a frase - Até parece que a Câmara quer é branquear a sua acção e as suas omissões nestas áreas - que, basicamente, foi o que eu pretendi dizer no meu.

Haja saúde
Mano João

Vai a Olhão, vai... a 8 de Julho de 2009 às 23:21
Cumprimento o Mano Carlos e o Mano João, esspecialmentea si, Mano João, que já não contactava havia algum tempo e agradeço a ambos os interessantes comentários.
Lamento não ter visitado ultimamente o interessante blog "Tameze CHarengadeze" (é assim que se escreve?), pois certamente me enriqueceria o raciocinio.
Mas se é como diz, então creio que há afinidade na análise que ambos fazemos sobre este evento que merecia, na minha opinião, organizador mais sério e competente, que apregoa uma coisa e acaba por fazer outra.
E o Ambiente em Olhão, bem precisa de seriedade na abordagem.
José Castanheira

Mano João a 10 de Julho de 2009 às 00:01
Amigo Castanheira

É, sem dúvida, uma grande ironia, já para não falar em cinismo, a realização desta Feira, quando é público e sobejamente conhecido o modo como a nossa Ria é destratada! Na minha perspectiva, este "inchar o peito" a um assunto tão delicado, como se Olhão estivesse na crista da onda em tal matéria, não é sinónimo de evolução e desenvolvimento, mas antes um pretensiosismo básico, uma espécie de "papagaio do pirata" de quem se quer comparar a quem faz muito pelo ambiente.
Hipocrisia pura, meu amigo!
Mediante as queixas públicas, e para as mais altas instâncias, de que esta autarquia tem sido alvo, a atitude correcta seria concretizar primeiro acções sustentadas e depois dar cartas sobre o assunto. É pena! Tenho pena.

Haja saúde
Mano João

Anónimo a 10 de Julho de 2009 às 21:26
Todas as iniciativas em torno do ambiente são louváveis, contudo a banalização do tema e o uso de uma retórica que não se coaduna com a realidade não são a via a seguir.
Para a CMO esta é mais uma iniciativa para a promoção e propaganda de iniciativas e obras de duvidoso interesse, para inglês ver-de positivo temos o trabalho de algumas das entidades presentes, o que não chega para desresponsabilizar a CMO de vários crimes ambientais.
Devemos olhar para as questões ambientais de forma séria, com olhos de ver, para facilmente nos apercebermos que a CMO tem ao longo dos anos mostrado incompetência na gestão e defesa do património ambiental concelhio.
Em tempos quem vinha de Faro ao entrar no concelho de Olhão tinha um outdoor com o slogon "sorria está no concelho de Olhão". Bem dito, mas com o passar dos anos lembro-me regularmente de que neste local poderia o (des )Leal mandar pôr no local os seguintes slogons Cheire,está no concelho de Olhão";"Vem ver a bola, proteja-se do mau cheiro com a camisola";"Cheira mal mas não é cá do Leal é do vendaval"...
A CDU, pela natureza e composição desta coligação, levará as questões ambientais a sério e com responsabilidade que lhe é reconhecida nas autarquias em que tem essa possibilidade.
Cá no nosso burgo esperemos que aos eleitores não lhes falte Olho e Venta para que possamos melhorar a qualidade de vida que nos tem faltado.

KARL a 10 de Julho de 2009 às 21:29
Todas as iniciativas em torno do ambiente são louváveis, contudo a banalização do tema e o uso de uma retórica que não se coaduna com a realidade não são a via a seguir.
Para a CMO esta é mais uma iniciativa para a promoção e propaganda de iniciativas e obras de duvidoso interesse, para inglês ver-de positivo temos o trabalho de algumas das entidades presentes, o que não chega para desresponsabilizar a CMO de vários crimes ambientais.
Devemos olhar para as questões ambientais de forma séria, com olhos de ver, para facilmente nos apercebermos que a CMO tem ao longo dos anos mostrado incompetência na gestão e defesa do património ambiental concelhio.
Em tempos quem vinha de Faro ao entrar no concelho de Olhão tinha um outdoor com o slogon "sorria está no concelho de Olhão". Bem dito, mas com o passar dos anos lembro-me regularmente de que neste local poderia o (des )Leal mandar pôr no local os seguintes slogons Cheire,está no concelho de Olhão";"Vem ver a bola, proteja-se do mau cheiro com a camisola";"Cheira mal mas não é cá do Leal é do vendaval"...
A CDU, pela natureza e composição desta coligação, levará as questões ambientais a sério e com responsabilidade que lhe é reconhecida nas autarquias em que tem essa possibilidade.
Cá no nosso burgo esperemos que aos eleitores não lhes falte Olho e Venta para que possamos melhorar a qualidade de vida que nos tem faltado.
KARL

Anónimo a 10 de Julho de 2009 às 22:09
Uma graçola:A atracção principal da feira será o presidente e a sua trupe circence no palco principal a encenar a peça"AMBIENTE AUSENTE",alertamos que as primeiras filas já estão lotadas pelas lealnetes,amigos do croquete,patos bravos,pombos ao tremoço e outros borlistas e babados.
Agora a sério:Não foi este o LEAL que andou a chamar terroristas ao SOMOS OLHÃO, aos seus membros e a todos os cidadãos que têm posto a nú os "feitos" desta Câmara.
o óbvio:porque não foram convidadas a participar na feira as organizações e os cidadãos que se têm verdadeiramente preocupado com os valores ambientais, os espaços verdes, a ria, o ordenamento urbanistico,etc.
Dito do filho de Olhão: tem cagufa!O cinismo tá má junte cá areia mó!ó LEAL vá ma é lavar a ramela.


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO