Blog pessoal de José Castanheira, membro do Partido Comunista Português, eleito na Assembleia Municipal de Olhão pela CDU, e candidato por esta coligação, à Presidência da Câmara Municipal de Olhão
publicado por Vai a Olhão, vai... | Sábado, 18 Abril , 2009, 13:09

Hoje, sábado, 18 de Abril, pelas 10.00 h., funcionários da Câmara de Olhão, pulverizavam com herbicida, uma zona a Poente de Olhão, a seguir à Doca de Recreio, próximo do local onde anteriormente se localizava o Canil Municipal, e mesmo junto à Ria Formosa.

 

Tenho fotografias.
Nelas se vê claramente, como um tanque de produto tóxico para as ervas, é completamente utilizado, nesta tarefa.
Nada disto seria anormal, senão se estivesse tão próximo da Ria e de viveiros de amêijoa e não existisse a possibilidade de chover. Se tal acontecer, a água da chuva, transportará certamente esses produtos tóxicos para a Ria.
Com os problemas que a Ria já tem, com as dificuldades que os mariscadores e viveiristas estão a passar com a interdição da captura de amêijoas e outros bivalves, a irresponsabilidade de desenvolver trabalhos deste tipo (que têm sempre que ser envolvidos em cuidados), naquele local e com o perigo de chover, pode ser mais um golpe na Ria Formosa e nos concessionários que tenham viveiros naquela área.
Entretanto, contactados vários responsáveis da Câmara, entre os quais o vereador responsável pelo Ambiente, Senhor João Peres, este afirmou desconhecer o que se passava.
È pelo menos um pouco estranho, que funcionários da Autarquia trabalhem aos sábados, que desenvolvam trabalhos que podem ter algum melindre para a saúde publica e que o responsável máximo não conheça…
Então o que está lá a fazer?
È o responsável ou não é?
E este senhor, com o devido respeito, pretende recandidatar-se na lista do Sr. Eng. Leal…
São estas pessoas com este tipo de responsabilidade que o Partido Socialista e o Eng. Leal propõem para continuar a administrar (??!!) os destinos do nosso Concelho…
Olhão merece melhor!
Comigo e com a CDU, estes problemas dificilmente acontecerão, pois a nossa sensibilidade e respeito para com a Ria e para com quem nela trabalha para ganhar a vida, não o permitem.
Mas se por hipótese algo assim acontecesse, o responsável, ou os responsáveis, teriam que assumir as suas responsabilidades e tirar as devidas conclusões, isto é, se perante uma situação destas, teriam condições para continuar no cargo…
José Castanheira
 

MANO CARLOS a 18 de Abril de 2009 às 17:55
CHAMA-SE A ISTO IRRESPONSABILIDADE.
----------------------------------------------------
ESTE ACONTECIMENTO PODERÁ TORNAR-SE UM CASO DE SAUDE PUBLICA,QUEM ASSUME ESTES ACTOS ?
ESTE SENHOR VEREADOR DA C.M.O. DEVE ANDAR A DORMIR, SE NÃO É CAPAZ DE DESEMPENHAR COM ZELO AS SUAS RESPONSABILIDADES, APOSENTE-SE.
ESPERO QUE NO PROXIMO ACTO ELEITORAL OS OLHANENSES PENSEM BEM ANTES DE VOTAREM NESTAS PESSOAS QUE TEMOS A FRENTE DOS DESTINOS DA CAMARA E VOTEM EM PESSOAS COMPETENTES.

Mano João a 19 de Abril de 2009 às 00:13
Amigo José Castanheira

É realmente paradigmático o comportamento destes governantes em que as hierarquias desconhecem o que fazem as bases! Tem acontecido no governo, acontece na autarquia.
A impunidade que se instalou no país concorre grandemente para esta situação.
Quem é responsável? Quem presta contas? São as questões que se nos colocam perante factos como o que relata. Grave é a postura discursiva do Engº Leal que garante que o Ambiente é a prioridade do Concelho e da Cidade. Hipocrisia, cinismo. Olhão NÃO é uma cidade bem tratada, bem cuidada. É uma cidade pseudo-desenvolvida!
É mais que tempo de se pensar em mudança: mudança de cor, de pessoas, de perspectivas, de estratégias. Nunca mais do mesmo.

Haja saúde
Mano João

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO